fbpx

Entrar

Atas do DEPECO

ATA ASSEMBLÉIA ABRIL 1998

ATA DA ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA DO DEPARTAMENTO DE ECOCARDIOGRAFIA DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE CARDIOLOGIA, REALIZADA NA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, RJ, EM EGUNDA CONVOCAÇÃO ÀS 19:00 HORAS NO DIA 24 DE ABRIL DE 1998, POR OCASIÃO DO 10o CONGRESSO BRASILEIRO DE ECOCARDIOGRAFIA. ABERTA A SESSÃO O PRESIDENTE, DR. JORGE NEVAL MOLL FILHO, QUE NA AUSÊNSIA DO SECRETÁRIO DR. JOSÉ MARIA DEL CASTILLO, CONVOCOU O TESOUREIRO DR. ARMANDO LUIZ CANTISANO PARA SECRETARIÁ-LO. A SEGUIR O PRESIDENTE DR. JORGE MOLL APRESENTOU UM RELATÓRIO SUCINTO DE SUAS ATIVIDADES, APÓS A APROVÇÃO POR UNANIMIDADE DA ATA DA ASSMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA REALIZADA EM SALVADOR, BA, NO DIA 2 DE MAIO DE 1997, QUE GOI DISPENSADA DA LEITURA EM PLENARIO VISTO QUE A MESMA FOI DISTRIBUIDA PARA TODOS OS PRESENTES À ESTA ASSEMBLÉIA PARA APRECIAÇÃO, JUNTAMENTE COM O BALANCETE DO DEPARTAMENTO (ESTE EM 31/12/1997), QUE APRESENTOU UM SALDO POSITIVO DE R$ 66.843,27 (SESSENTA E SEIS MIL, OITOCENTOS E QUARENTA E TRÊS REAIS E VINTE E SETE CENTAVOS). O PRESIDENTE, DR. JORGE MOLL RESSALTA QUE O VALOR DO BALANCETE É DE DEZEMBRO DE 1997 E QUE NÃO REPRESENTA O VALOR EM CAIXA VISTO QUE DESTE VALOR DEVERÃO SER SUBTRAIDOS R$ 25.000,00 (VINTE E CINCO MIL REAIS), CORRESPONDENTES AOS GASTOS COM O JANTAR DE CONFRATERNIZAÇÃO PROMOVIDO PELO DEPARTAMENTO PARA 900 (NOVECENTAS) PESSOAS A SER REALIZADO NO HOTEL COPA D’OR NO DIA 25 DE ABRIL (AMANHÃ) E AINDA R$ 5.000,00 ( CINCO MIL REAIS) CORRESPONDENTES A ADIANTAMENTO AO XI CONGRESSO BRASILEIRO DE ECOCARDIGRAFIA A SER REALIZADO EM 1999 EM BELO HORIZONTE, MG, SOB A PRESIDÊNCIA DO DR. HELDER PAUPÉRIO, E QUE DEVERÃO SER SOMADOS AS VALORES CORRESPONDENTES ÀS ARRECADAÇÕES DAS ANUIDADES PAGAS PELOS MEMBROS DO DEPARTAMENTO BEM COMO ÀS ARRECADAÇÕES DAS INSCRIÇÕES PARA A PROVA DE HABILITAÇÃO EM ECOCARDIOGRAFIA. NA SEQUÊNCIA DO TRABALHO, O PRESIDENTE DR. JORGE MOLL RESSALTA O SUCESSO, JUNTO AOS MEMBROS DO DEPARTAMENTO DE ECOCARDIOGRAFIA, DA REVISTA DE VIDEO CONSIDERANDO-A UMA DE SUAS MAIS IMPORTANTES CONTRIBUIÇÕES E COLOCANDO QUE A MESMA JÁ ESTÁ COM AS 2 (DUAS) PROXIMAS EDIÇÕES PRONTA. A SEGUIR COMUNICA QUE DE ACORDO COM OS ESTATUTOS DO DEPARTAMENTO, ESTA ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA DEVERÁ ELEGER A NOVA DIRETORIA E QUE APENAS UMA CHAPA SE INSCREVEU, SENDO COSNTITUIDA POR: DR. ALVARO VILLELA DE MORAES (RJ) – PRESIDENTE; DR. DJAIR FALCÃO BRINDEIRO FILHO (PE) – VICE-PRESIDENTE; DR. SÉRGIO PONTES FILHO (SP) – TESOUREIRO; DR. FRANCISCO CHAMIÉ (RJ) – SECRETÁRIO; DR. CAIO CESAR JORGE MEDEIROS (SP) – EDITOR DA REVISTA DE ECO, E, PELO CONSELHO DELIBERATIVO: DR. IRAN DE CASTRO (RS); DR. RUBENS SANTANA THEVENARD (SP); DR. ALBERTO LOURENÇONI SORQUIS (MG); DR. FRANCISCO JOSÉ BORGES REIS (BA); DRA. RITA DE CÁSSIA VIANA PINTON (PR); DR. FLA´VIO DAVID REICH (RJ); DR. ENIEBERTON CARTAFINA DE ALMEIDA (GO) E DR. CARLOS ALBERTO VILELA GAMA (MA). COLOCADA EM VOTAÇÃO A CHAPA, PARA A NOVA DIRETORIA, FOI APROVADA POR UNANIMIDADE POR ACLAMAÇÃO DIRETA, SENDO ENTÃO IMEDIATAMENTE EMPOSSADA. ARMANDO LUIS CANTISANO.

O DR. ALVARO DE MORAES ASSUMIU A PRESIDÊNCIA DA ASSEMBLÉIA CONVOCANDO A NOVA DIRETORIA PARA A CONTINUIDADE DOS TRABALHOS. NA AUSÊNCIA DO SECRETÁRIO DR. FRANCISCO CHAMIÉ, O PRESIDENTE DR. ALVARO MORAES ME INCUMBIU DE CONTINUAR O TRABALHO DE SECRETÁRIO DA ASSEMBLÉIA , O QUE PASSO A FAZER A PARTIR DE AGORA.

ASSIM A MESA DE TRABALHO PASSOU A SER CONSITUTIDA PELOD R. ALVARO MORAES, DR. DJAIR BRINDEIRO. DR. SERGIO PONTES E EU DR. ARMANDO CANTISANO. EM SEGUIDA O PRESIDENTE DR. ALVARO MORAES CONVOCOU O DR. LUCIANO BELÉM DO RIO DE JANEIRO QUE FOI ESCOLHIDO PELA DIRETORUA PARA SER O EDITOR DA REVISTA DE VIDEO PARA COMPOR A MESA E PASS A CITAR OS NOMES DO CONSELHO DELIBERATIVO: DR. IRAN DE CASTRO, DR. RUBENS SANTANA THEVENARD, DR. ALBERTO LOURENÇONI SORQUIS, DR. FRANCISCO BORGES REIS, DRA. RITA DE CASSIA VIANNA PINTON, DR. FLÁVIO DAVID REICH, DR. ENIEBERTON CARTAFINA DE ALMEIDA E DR. CARLOS ALBERTO VIEIRA GAMA. O PRESIDENTE DR. ALVARO MORAES COMUNICOU QUE TEM COMO IDÉIA MANTES AS CONQUSTAS E REALIZAÇÕES SIGNIFICATIVAS DE TODAS AS DIRETORIAS ANTERIORES E QUE OBTIVERAM O AMPLO APOIO DOS MEMBROS DO DEPARTAMENTO, BEM COMO NODIFICAR OU MESMO ELIMINAR AQUELAS QUE O TEMPO MOSTROU NÃO SER ACEITADAS, E, QUE A PRIMEIRA ATITUDE DA NOVA DIRETORIA SERIA A VOTAÇÃO PARA O LOCAL E O NOME DO PRESIDENTE DO XII CONGRESSO BRASILEIRO DE ECOCARDIOGRAFIA NO ANO DE 2000. O DR. ROBERTO PEREIRA (PE) PROPÕE A CIDADE DE RECIFE COMO SEDE DO XI CONGRESSO. O DR. CLAUDIO PEREIRA DA CUNHA (PR) INDICA COMO SEDE DO XII CONGRESSO A CIDADE DE CURITBA. DR. FERNANDO MORCERF (RJ) APOIA RECIFE ALEGANDO SER O LOCAL ONDE NASCEU, EM 1980, A IDEIA DA FORMAÇÃO DO DEPARTAMENTO DE ECOCARDIOGRAFIA. O DR. ALFONSO BARBATO (SP) PROPÕE QUE A ESCOLHA DA SEDE DO CONGRESSO SEJA FEITA JUNTAMENTE COM O NOME DO PRESIDENTE. O DR. ALVARO PERGUNTA AOS PRESENTES SE HÁ NOVSA INDICAÇÕES DE CIDADES PARA SEDIAR O XII CONGRESSO. NÃO HAVENDO MANIFESTAÇÕES DOS PRESENTES, A ESCOLHA DEVERÁ SER ENTRE RECIFE E CURITIBA. FOI ENTÃO SOLICITADO A INDICAÇÃO PARA PRESIDENTE DO XII CONGRESSO, TENDO O DR. DJAIR BRINDEIRO (PE) E O DR. ALFONSO BARBATO (SP) PROPOSTO. DR. ROBERTO PEREIRA (PE) COMO PRESIDENTE E O DR. JORGE MOLL (RJ) INDICANDO O DR. CLAUDIO PEREIRA DA CUNHA(PR) COMO PRESIDENTE EM VOTAÇÃO PELO DR. ALVARO , RECIFE FOI ELEITA POR AMPLA MAIORIA EM MAIO DE 2000, TENDO COMO SEU PRESIDENTE O DR. RORBETO PEREIRA QUE AGRADECEU A INDICAÇÃO. DR. ALFONSO BARBATO (SP), SUGERIUDEFINIR NESTA ASSEMBLÉIA A SEDE DO CONGRESSO BRASILEIRO DE ECOCARDIOGRAFIA DO ANO 2002 PARA CURITIBA, COM O DR. CLAUDIO PEREIRA COMO PRESIDENTE. O DR. SERGIO PONTES (SP) PROPOS A VOTAÇÃO ANTECIPADA DAS SEDES DOS CONGRESSOS BRASILEIRO DE ECOCARDIOGRAFIA, PARA QUE O PROXIMO CONGRESSO EM SÃO PAULO, EM 2001, FOSSE PRESIDIDO PELO DR. JORGE ASSEF (SP). O DR.FERNANDO MORCERF (RJ) PONDERA QUE NÃO DEVE SER DISCUTIDA PROPOSTA DESEDE DE CONGRESSO PARA DAQUI A 3 ANOS, VISTO QUE ESTA NÃO TEM SIDO A CONDUTA DO DEPARTAMENTO E QUE TAL ATITUDE PODERIA PREJUDICAR FUTUROS CANDIDATOS. ASSIM DR. ALFONSO BARBATO RETIRA SUA INDICAÇÃO. DR. ALVARO MORAES (RJ) REITERA QUE A PRAXE DO DEPARTAMENTO É SECOLHER AS SEDES DO CONGRESSO COM 2 ANOS DE ANTECEDENCIA E NAO 3 OU 4 ANOS. DR. DJAIR BRIDEIRO (PE), COLOCA QUE A VOTAÇÃO PARA O PRESIDENTE DO CONGRESSO SERIA JUSTA, VISTO QUE SÃO PAULO DEVERÁ SER A SEDE DO CONGRESSO BRASILEIRO DE ECOCARDIOGRAFIA NO ANO DE 2001. DR. ALVARO MORAES (RJ) E DR. FERNANDO MORCERF (RJ) COLOCOU QUE A PROPOSTA E MUITO PREMATURA E O DR. SERGIO PONTES (SP) RETIRA ENTÃO SUA INDICAÇÃO, POSTERGANDO-A PARA A ASSEMBLÉIA GERAL A SE REALIZAR EM BELO HORIZONTE EM MAIO DE 1999. ENCERRADA ESTA DISCUSSÃO, O PRESIDENTE DR. ALVARO MORAES (RJ) ABRE A ASSEMBLÉIA PARA ASSUNTOS GERAIS. O DR. ROBERTO PEREIRA (PE) PEDE UMA SLVA DE PLAMAS PARA O DR. JORGE MOLL E SUA DIRETORIA COMO RECONHECIMENTO PELOS SERVIÇOS PRESTADOS NA CONDUÇÃO DO DEPARTAMENTO. O DR. JORGE MOLL (RJ) É QUESTIONADO, COMO PRESIDENTE PASSADO DO DEPARTAMENTO, SOBRE O QUESTIONÁRIO ENVIADO AOS MEMBROS FICOU DE PASSAR À NOVA DIRETORIA OS RESULTADOS DESTA PESQUISA. DR. OSCAR OSELLA (DF) COMENTA SOBRE O CREDENCIAMENTO DOS SERVIÇOS DE ECOCARDIOGRAFIA PELO DEPARTAMENTO COM RELAÇÃO AOS EXAMES VASCULARES (DUPLEX SCAN) E QUE O DE DEVERIA EXIGIR QUE ESTES EXAMES FOSSEM FEITOS SEMPRE COM O COLOR DOPPLER. O DR. ALVARO MORAES (RJ) RELATA QUE SUA DIRETORIA TEM O OBJETIVO DE FAZER MODIFICAÇÕES AMPLAS NA TABELA DE HONORARIOS DA AMB, PRINCIPALMENTE MUDANDO-A COM RELAÇÃO AOS VÁRIOS TIPOS DE PROCEDIMENTOS E QUE ESTA SUGESTÃO SERÁ CONSIDERADA. O DR.SERGIO PONTES (SP), TESOUREIRO DO DE, SUGERE NETA MESMA LINHA A ELIMINAÇÃO DO PROCEDIMENTO ECO UNIDIMENSIONAL. DR. FRANK (PA) PEDE UMA NORMATIZAÇÃO PARA A COBRANÇA DO EXAME, SUGERINDO O ECOCARDIOGRAMA COM DOPPLER COLORIDO COMO O NOME ÚNICO PARA O PROCEDIMENTO ECOCARDIOGRÁFICO, POIS COM A TABELA COMO ESTÁ, OS CONVÊNIOS DE BELÉM (PA) ESTÃO CRIANDO TABELAS PRÓPRIAS E QUE VÁRIOS SERVIÇOS COBRAM OS EXAMES ABAIXO DA TABELA DA AMB. O PRESIDENTE DR. ALVARO MORAES (RJ) RATIFICA QUE O DEPARTAMENTO IRÁ REVER A TABELA DA AMB E QUE A MESMA SERVE APENAS COMO ORIENTAÇÃO DE PREÇO MÍNINO A SER COBRADA, VISTO QUE O DE NÃO TEM O PODER DE EXIGIR O SEU CUMPRIMENTO POR PORTE DOS SERVIÇOS. DR. OSCAR OSELLA SUGERE A REVISÃO COMPLETA DA TABELA DA AMB. O DR. CLAUDIO PEREIRA DA CUNHA (PR) COMENTA A PROPOSTA DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ULTRA-SONOGRAFIA A RESPEITO DA UNIÃO, ACORDO OU CONVENIO COM O DEPARTAMENTO DE ECOCARDIGRAFIA. O DR. JOGE MOLL(RJ) RELATA QUE O CONSELHO DELIBERATIVO DE SUA GESTÃO ANALISOU A PROPOSTA E A CONSIDERAVA INOPORTUNA E INADEQUADA, REPRESSANDO ESTA OPINIÃO A SOCIEDADE BRASILEIRA DECARDIOLOGIA QUE FOI A ENTIDADE CONSULTADA, QUE TRATOU DE RESPONDER À SOCIEDADE BRASILEIRA DE ULTRA-SONOGRAFIA. O DR. FERNANDO MORCERF (RJ) LEMBROU QUE NÃO HOUVE NENHUMA MENÇÃO OU HOMENAGEM À VUIVA DO DR. JONAS TALBERG, PRESIDENTE ” IN MEMORIAN” DO X CONGRESSO BRASILEIRO DE ECOCARDIOGRAFIA, COMO DECIDIDO E COLOCADO EM ATA DA ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DO DEPARTAMENTO DE ECOCARDIOGRAFIA DA SBC REALIZADA EM SALVADOR , BA, NO DIA 02 DE MAIO DE 1997. CONCLUIDA A DISCUSSÃO DOS TEMAS, ÁS 20:25 HORAS DOI ENCERRADA A ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA DO DEPARTAMENTO DE ECOCARDIOGRAFIA DA SBC. ARMANDO CANTISANO – SECRETÁRIO EM EXERCÍCIO.