fbpx

Entrar

Atas do DEPECO

ATA DA ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA DO DEPARTAMENTO DE ECOCARDIOGRAFIA DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE CARDIOLOGIA – HOTEL MELIÁ – SÃO PAULO

Às 19h20min do dia 29/04/2006 foi iniciado a Assembléia Geral Ordinária do Departamento de Ecocardiografia da Sociedade Brasileira de Cardiologia.

Conforme já acordado a ata anterior foi publicada no site e como não houve comentários nem objeções dos sócios presentes ela foi considerada aprovada.

A seguir nosso tesoureiro Dr. Wilson Mathias expôs a situação financeira do DEPECO. Destaque para o saldo bancário em 31/12/2005 de R$ 1.658.683,42. Em 31/03/2006 o acumulado era de R$ 2.150.000,00. Segundo o Dr. Jorge Assef ao final do ano de 2006 a previsão do saldo será de R$ 2.400.000,00.

Dr. Jorge Assef também comunicou que o DEPECO perdeu o patrocínio para a edição da revista, atualmente patrocinada pela Sigma-Pharma.

Dr. Jamil Mattar e o Dr. Felipe Simão questionaram o valor das receitas apresentadas, que poderiam ser R$ 200.000,00 menor. Ao verificarmos os somatórios verificamos que realmente essa receita foi em torno de R$ 1.700.000,00, conforme observado pelos Drs. Jamil e Felipe.

Dr. Fernando Morcerf questionou a criação do Departamento de Imagem devido ao risco econômico que a Medicina Nuclear e a Ressonância Magnética poderiam trazer ao DEPECO. Dr. Fernando Morcerf citou também o fato que na abertura do Congresso a mesa já considerava como certa a criação do Departamento de Imagem da SBC. O Dr. Fernando Morcerf também questionou o processo eleitoral da criação do Departamento de Imagem, no caso ter havido uma manifestação da Diretoria para determinar o voto pela concordância quanto à criação do Departamento de Imagem.
Dr. Carlos Eduardo solicitou a palavra e falou que acha que o DEPECO errou ao abrir a eleição antes da AGO. Explicou também ao Dr. Fernando Morcerf que a SBC orientou o DEPECO a ter essa iniciativa de criar o Departamento de Imagem tendo em vista que a Radiologia poderia tomar essa iniciativa.

Dr. Jorge Assef disse que imaginou encontrar uma AGO com mais números de associados, quando então poderia haver uma discussão mais ampla.

A seguir Dr. Felipe Simão disse que essa ação da criação do Departamento de Imagem é uma necessidade da SBC, ressaltando que o que deve ser levado em consideração é que somente 30% dos sócios acessam a internet, o que pode ter ocasionado que até o momento vários sócios não terem tido real conhecimento sobre todos os aspectos da votação da criação do Departamento de Imagem. Dr. Felipe Simão pediu que a votação seja diferenciada pela AGO de hoje. Por fim o Dr. Felipe Simão concluiu que no mínimo houve em erro no encaminhamento.

Dr. Jorge Assef frisou que foram enviadas duas cartas, três news da SBC, além de haver todas as informações no Site, de forma que o Dr. Jorge Assef afirmou que tem certeza que foi explicitado adequadamente aos sócios.

Dr. Caio Medeiros pediu a palavra e fez uma proposta que se disponibilizasse uma forma de colocar o posicionamento dos contrários à formação do Departamento de Imagem. Destacou também que no grupo de Tomografia e Ressonância Magnética e que conseguem “esmagar” os ultra-sonografistas.

Dr. César Nascimento ressaltou que na SOCERJ foi implantado uma sessão de Diagnóstico por Imagem. Ressaltou que é importante que haja congregação do Eco com os demais métodos de imagem na cardiologia.

Dra. Mônica Alcântara falou sobre sua experiência com o eco-vascular que foi absorvido pela Radiologia.

Dr. Rodrigo Barretto ao tomar a palavra ratificou que na reunião da Diretoria do DEPECO foi decidido que seria votado pelos sócios o direito a criar o Departamento de Imagem.

Dr.Alfonso Barbato ressaltou que trabalha há 26 anos dentro do Instituto de Radiologia do HC. Fazendo uma relação ao passado disse que aqueles que o “massacraram” na proposta do SUSEM estavam certos. Porém ressaltou que o grupo de urologistas foi colocado à margem pelos radiologistas que hoje dominam o US e a Litotripsia. Finalizou falando sobre o risco da perda da identidade do DEPECO.

Dr. Cláudio Pereira da Cunha concordou que acha que o processo foi precoce ao abrir a votação antes da AGO.

Dra. Márcia Barbosa ao assumir a palavra disse que como a Radiologia é “voraz”, há a necessidade de antecipar e formar um Departamento de Imagem em Cardiologia para não deixar espaço para a Radiologia.

Após a exposição da Dra. Márcia Barbosa o Dr. Jorge Assef colocou em votação se a AGO concorda com o processo de votação iniciada hoje. Por trinta votos a favor, dezoito votos contra e uma abstenção a eleição foi validada.

Dr. Alfonso Barbato e o Dr. Carlos Eduardo solicitaram nova carta com explicações aos associados.

Dr. Fernando Morcerf solicitou que seja enviada também uma carta daqueles que são contra a formação do Departamento de Imagem.

Como a AGO decidiu pela manutenção da votação assim foi mantida a decisão.

Dr. Jorge Assef assumiu a palavra lembrando que regra da escolha do local do Congresso. A seguir falou da oportunidade de sediar um Congresso Mundial de Ecocardiografia, e que aproximadamente 90% do lucro será do DEPECO, desde que o DEPECO tragam no mínimo seis convidados estrangeiros. Houve um contato entre os Drs. Navin Nanda e Wilson Mathias para que o Congresso de Ecocardiografia em 2012 ocorra o Mundial de Ecocardiografia em São Paulo, e que o Congresso seja presidido pelo Dr. Wilson Mathias.

Dr. Fernando Morcerf pediu a palavra para afirmar que concorda com a proposta.
Dr. Felipe Simão questionou a legitimidade de formalizar o convite para a realização do Congresso Mundial de 2012 em São Paulo.

Dr. Ângelo se manifestou a favor do Congresso Mundial em 2012, pela presidência do Dr. Wilson Mathias e que em 2008 seja o Dr. Luciano Belém.

Finalmente foi colocada em votação a hipótese do Congresso Mundial de 2012, tendo havido uma abstenção e os demais votos foram a favor e por conseqüente a não existência do Congresso Brasileiro de Ecocardiografia neste ano.

Quanto à presidência do Congresso Mundial pelo Dr. Wilson Mathias novamente houve uma abstenção e os demais votos a favor.

Dr. Cláudio Leinig colocou sua candidatura à presidência da SBC como mera comunicação aos associados presentes.

Finalmente Dr. Jorge Assef pediu um voto de louvor ao Dr. Benedito Maciel, pela Presidência do XVIII Congresso de Ecocardiografia.

Por fim as 21h05min o Dr. Jorge Assef declarou a assembléia encerrada, da qual eu Dr. Washington Barbosa de Araújo, na qualidade de secretário, lavrei a presente, que vai por mim assinada e pelo presidente.

Dr. Jorge Eduardo Assef

Dr. Washington Barbosa de Araújo

Presidente

Diretor Administrativo